Vésperas

Peço licença aos poemas, prosas, reflexões, crônicas e afins, meus companheiros de sempre, para somente dizer coisas, não tão emocionantes ou profundas. Preciso respirar profundamente e apenas soprar como se estivesse a apagar uma vela: é meu aniversário.

Quem me conhece sabe que tenho uma rotina muito louca. Sério, não existe expressão que a descreva melhor. O caminho que escolhi, o meu caminho, tem me dado oportunidades das mais lindas e amorosas e exigido apenas esforço, perseverança e dedicação. Eu tenho abraçado e amado muito este meu caminho.

Acontece que, como todo caminho e toda escolha, muita renúncia tem sido necessária. Não me entenda mal: amo também a oportunidade de renunciar. Mas , dentre estas renúncias a mais dolorida é, pra mim, não ter tempo que se encaixe com o tempo de outras pessoas, e, assim, não poder ter tanta convivência quanto gostaria com pessoas MUITO QUERIDAS. Sério, essas pessoas não fazem ideia do quanto são queridas e do quanto meu coração dói de saudade.

Cada vez que tenho que falar “não vou poder ir :/” pra uma dessas pessoas especiais eu tenho certeza de que partes minúsculas do meu coraçãozinho dramático sofrem lesão irreversível.

Então, o que isso tem a ver com aniversário? É que , pra mim, aniversário é um momento-oportunidade raro de estar com meus alguéns. De poder vê-los, abraçá-los, senti-los! Meu aniversário só me é tão especial porque posso presenciar vocês que eu amo.

Preciso esclarecer este motivo que me faz não colocar meu aniversário no calendário de dias comuns. Preciso dizer que meu nascimento pode ter sido junto com o de outras milhões de pessoas – muito bacanas, eu suspeito – e que talvez eu mesma não acredite que este fato tenha importância suficiente para ser comemorado por outras pessoas: mas presenciar vocês é pra mim como ganhar uma sobremesa da vida, cortesia de Deus – e vocês sabem o quanto eu gosto de doces.

Então apareçam. De metrô, de balão, daqui a dois meses, de teletransporte, viação estelar: não me importo. Apareçam nem que seja pra um abraço, hoje, amanhã ou no tempo que puderem. Só não esqueçam deste pequeno coração que os ama.

<3

Marina Soares

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s