Mais de mim

O que me comporta, o que me entorta. O que me tira dos eixos e coloca de volta. De todo meu mundo, no que me apoiar. De todos os mundos, para o que não ligar: pensamentos que perturbam e fazem voar.

Seria menos complicado não me importar. Aliás, seria mais saudável, por assim falar. Mas não dá, não dá! Se, de tudo que sou, só mostro uma parte e se, de tudo que odeio, nem sei a metade, transbordo lacunas que outros tentam preencher. Não faço muito sentido, como podem ver.

Mas eu penso. E reflito e me zango e questiono a todos e a mim. Não que eu ganhe algo com isto, simplesmente sou assim: tenho esperança. É que talvez, e talvez, se fôssemos mais de nós mesmos, seríamos menos do que nos incomoda nos outros.

Anúncios

7 pensamentos sobre “Mais de mim

  1. Vc e seus textos viajados que eu demoro pra entender =P, ou só entendo quando vc me explica…(esse caso)

    Minha escritora linda =P
    Não te amo!
    Vida!

    =***********=

  2. Se nós apenas enaltecêssemos as nossas qualidades seria ótimo, porém, sempre há aqueles defeitos incorrigíveis, aqueles que a gente sabe que existem, mas que nunca assumimos. É claro que a esperança deve sempre prevalecer, e concordo também que, apesar de tudo, devemos tentar ser aquilo que queremos que os outros sejam.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s