Catarse

Queria ser história que corresse por todas as ruas e caminhasse por todas as praias. História que subisse montanhas e caísse acompanhando as águas da enorme cachoeira. Queria ser mais que uma simples história esquecida, ser mais que uma simples história contada; queria ser história vivida.

Queria ter a alma e a complexidade das pessoas. Queria me prender a cada detalhe dos momentos; a chuva, as estações, os beijos e as canções.  Queria entender todos os meus personagens: o bom, o mau, o doente, o gentil, o bobo, o amigo, o solidário, o desprezível, o notório, o amado, o que ama, o protagonista e o coadjuvante.

Queria ser impressa em livros, mostrada em filmes, recontada por gerações. Queria fazer todos rirem e chorarem. Queria fazê-los sentir e amar.

Queria durar mais que meu próprio tempo, despertar reflexões além da minha moral, libertar imaginações e devaneios para além de meus próprios limites. Queria fazer reais os desenhos, as bruxas, os magos, os vampiros e lobisomens, o sobrenatural. Queria mostrar possíveis todos os vôos e todos os sonhos.

Queria não ter moral e, assim, determinar meu final às luzes do que desejo e almejo. E as cortinas dos teatros se fechariam, os créditos do filme terminariam, e o livro chegaria ao fim. Mas eu não.

Anúncios

5 pensamentos sobre “Catarse

  1. Hoje eu vi um filme em que o persongaem dizia que para os gregos não existia obituários, quando alguém morria simplesmente se perguntava ‘viveu com paixão?’. Então, não sei essa história é verdade, mas mesmo que não seja ela é. Viva com paixão, Nina, e tu serás eternizada pelo vento, tempo e momentos.

    Muito lindo o texto, gostei mesmo!
    Beijos

  2. Eu não gostaria de ser história do mundo todo…
    Não gostaria de correr gerações através das bocas das pessoas.
    Quero simplesmente ser uma história para poucos, porém especiais.
    Quero só fazer minha parte, começar, desenvolver e acabar.
    Quero apenas fazer parte dos que ajudam a erguer o castelo, e se contentam apenas com um “Ótimo trabalho!”
    Não quero ser o vocalista na frente de todos, quero tocar no canto escuro, no fundo do palco.

    Quero fazer diferença apenas para os que julgo importante…

    (não sei escrever bonito, e pra piorar, não sei desenhar uma girafa aqui).

    NÃO TE AMO!
    VIDA, ALMA, RAZÃO, SENTIDO, MTOMAISQTDO!!
    =******************=

  3. Acho que eu queria ser assim também. Queria ser tudo e as vezes nada.
    Queria expressar sempre tudo que sinto, mas nem sempre posso.

    Não tô muito inspirada hoje, mas adorei, como sempre, o seu post. (:
    Gosto de suas reflexões, da forma que escreve, do que escreve e da maneira como você observa tudo ao seu redor.

    Tá de parabéns. :D

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s